Follow Us

top social

top navigation

Instagram

recent posts

Press

Flickr Images

Like us on Facebook

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Hoje não me sinto bem

Hoje sinto-me como não me sentia já há muito tempo. Só me apetece ficar só. Sem que ninguém interfira com os meus pensamentos, com os meus sentimentos. Hoje quero chorar. Como dantes fazia, para me sentir mais aliviada. Sinto-me perdida. Pressionada pelo mundo. Hoje, quero que o amanhã seja diferente.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Décimo dia - uma confissão.

1 – Tenho medo daquilo que possa estar para vir.

sábado, 25 de setembro de 2010

Conversas paralelas (7)

- Hoje sou um homem feliz.
- Então porquê?
- O Benfica ganhou!

(és meu pai e basta.)

Can we pretend that airplanes in the night sky are like shooting stars? I could really use a wish right now

E ainda dizem que o dinheiro não trás felicidade?

Não sei como vou fazer para ser completamente feliz este ano. Quero ir à viagem de finalistas com os meus amigos. Quero divertir-me à grande só com eles! Depois também quero tirar a carta. Quando for para Lisboa, para a faculdade espero, quero já ter a carta porque depois vai ser muito difícil tirá-la lá. Também gostava de comprar uma máquina fotográfica melhor para tirar as minhas fotos e começar o Project 365. Já para não dizer que tenho de ir custe o que custar a Madrid em Janeiro! Mas e o dinheiro? Pois é, que grande problema. E o pior de tudo é que este ano já não devem dar as bolsas de mérito que deram o ano passado. Ver o meu esforço recompensado em €1000 foi muito bom! E ainda tenho a grande parte desse dinheiro guardado. Mas não chega para tudo o que queria fazer este ano. Não sei como vou juntar dinheiro porque também não tenho tempo para arranjar algum emprego em part-time nem nada do género. Oh, que vida a minha.

Oitavo dia - três coisas que tu gostarias de esquecer.

1 – 2008/2009.
2 – O acidente.
3 – A minha primeira negativa a Matemática. (chorei o dia inteiro!)

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Sétimo dia - quatro coisas que tu nunca esqueceste.

1 – 2004/2005.
2 – As grandes amizades.
3 – O acidente.
4 – 2+2=4

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

As conferências têm disto

De repente deixaram todos de falar na conferência que estávamos a fazer no messenger. Minutos depois a Marta perguntou se ainda estávamos todos vivos. A Ana disse que sim. Eu disse que ela tinha uma pontaria do catano porque tinha acabado de falecer naquele preciso instante. O coitado do João nem respondeu.

Sexto dia - cinco pessoas que significam muito para ti.

1 – Micaela.
2 – Ruben.
3 – Avó.
4 – Pedro.
5 – Angel.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

notebook

Os dias passam demasiadamente rápido. E nós deixamos que o tempo passe por entre as nossas mãos sem nos apercebermos. Quando damos por nós, olhamos para trás e percebemos que maior parte dos sonhos que sonhámos se foram perdendo. Eu não quero olhar para trás e ver o mesmo.

Quinto dia - seis coisas que tu gostarias muito de fazer e que ainda não fizeste.

1 – Resolver um problema matemático do milénio.
2 – Ir a Madrid.
3 – Viver em Espanha.
4 – Chegar aos 50 quilos.
5 – Entrar na faculdade no curso de Matemática Aplicada.
6 – Ser mãe.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Sabem o que é realmente triste?

Estar só e abandonada. A última mensagem que recebi foi há uns dias atrás e quem me a enviou foi a Vodafone! É triste eu sei.

Quarto dia - sete coisas que cruzam muito a tua mente.

1 – Escola.
2 – Namorado inexistente.
3 – Carta de condução.
4 – Benfica.
5 – Roberto, o guarda-redes.
6 – Exames.
7 – Faculdade.

Just gonna stand there and hear me cry. That's alright, because I love the way you lie



Sempre tive um fraquinho platónico pelo Eminem. Sempre (!), desde que me lembro.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

nada importa agora

Uma vez mais provaste aquilo que vales. Nada. Não importam as palavras, não importam os momentos, não importas mais. Não agora. Talvez um dia quando decidires mudar. Quando olhares para trás e compreenderes o amor que deixaste passar ao lado.

I'll fight, baby. I'll fight to win back your love again

talvez seja defeito meu

Nasci para sofrer. Sofrer no amor. Sim, acho que foi só para isso. Ou então ainda não vivi o suficiente para saber que outras coisas também me fazem sofrer menos, mais ou tanto como o amor. Sim, acho que é isso. Ainda não vivi o suficiente para também saber se este sofrimento será para sempre.

Terceiro dia - oito maneiras de ganhar o teu coração.

1 – Simplicidade.
2 – Muito amor.
3 – Muitas brincadeiras.
4 – Muitos sorrisos.
5 – Sinceridade.
6 – Muito carinho.
7 – Muitos beijinhos.
8 – E muito amor, outra vez.

domingo, 19 de setembro de 2010

Conversas paralelas (5)

- Então diga lá o que é que tem?
- Diga-me você. O médico aqui é o senhor.

(só a avó da hermana!)

Segundo dia - nove coisas sobre ti.

1 – Sou demasiado inconstante.
2 – Exijo demasiado de mim.
3 – Sou chorona.
4 – Quero ir para a faculdade tirar Matemática Aplicada.
5 – Acabei o ano anterior com 19 a Matemática A.
6 – Não suporto não conseguir ajudar os outros.
7 – Adorava ter mais dinheiro. Mas quem não gostava?
8 – Gosto de dar beijinhos.
9 – Sou benfiquista! Não saberia ser de outra maneira.

Como é que eu te hei-de dizer isto... (2)

Gosto muito de ti. E não, não é fácil dizer-te isto.

sábado, 18 de setembro de 2010

não é normal

estou com febre há três dias.

um dia vejo um destes contigo, mas à beira-mar (2)

um dia vejo um destes contigo, mas à beira-mar

When love takes over yeeeeah

Primeiro dia - dez coisas que tu gostarias de dizer a dez pessoas diferentes agora.

1 – Voltaste! Agora não te largo! Toma toma!
2 – Amo-te hermana!
3 – Estás sempre lá quando preciso.
4 – Crias um mau ambiente do caraças!
5 – És a mais fofinha de todas.
6 – Um dia vou até onde estás.
7 – Eu sou tu.
8 – És muita alto pá!
9 – Obrigado!
10 – Não vou olhar para trás e arrepender-me de não ter lutado por ti. Nunca!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Em dez dias...

Vão conhecer tudo sobre mim. Já viram que bom? Começo amanhã!

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

A escola

Ainda agora começou e já me está a fazer mal. Estou doente. Tenho febre e outras coisas más. Espero que passe. Tenho de entrar tão bem ou melhor do que no ano anterior. As melhoras para mim. Obrigado.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Dia de escola

Hoje foram só abracinhos e beijinhos.

Conversas paralelas (4)

- Tens a certeza?
- Tenho.
E ele beija-a.

domingo, 12 de setembro de 2010

Como é que eu te hei-de dizer isto...

Estou farta. Farta de ti. Já não suporto estar sempre em último lugar na tua vida. Já não te adoro como adorava. Já não és tão importante para mim como eras. E sabes de quem é a culpa não sabes? Agora que te sentes só vens até mim. Mas já não sei se estarei para ti da mesma forma. Nem com desculpas, T.

And the rain will kill us all...

sábado, 11 de setembro de 2010

Je t'aime mon amour

Estávamos sentados na minha cama, bem perto um do outro. Olhávamos para a televisão que estava acesa, porque tínhamos vergonha de nos olhar nos olhos. A minha mão queria agarrar a tua. Estavam tão perto uma da outra e não fui capaz de o fazê-lo. Nem tu o fizeste. Foi essa a razão. Tinha medo da rejeição. Tiveste de te ir embora. Já estava a ficar tarde. Pouco depois de teres saído ouvi o meu telemóvel tocar. Tinha uma mensagem tua. "Desculpa. Desculpa ser tão fraco. Não fui capaz de segurar a tua mão. Se o tivesse feito... Mas não tive coragem. Estar ao teu lado é especial demais e ao sentir isso perco todas as minhas forças. Je t'aime mon amour!"

Não sei. Talvez. É provável.

Eu tinha uma máquina fotográfica. Estúpida como sou vendia à minha irmã em vez de ficar com ela para mim. Agora estou com vontade e saudade de ter uma máquina só para mim outra vez. Tenho andado a fazer algumas pesquisas para saber preços e tudo mais e acho que encontrei a máquina perfeita para mim. quando a comprar talvez comece a fazer o Project 365. Tirar uma fotografia por dia? Parece-me um desafio excelente!
Agora o meu dilema é: passo a colocar as fotografias do projecto aqui no blog ou crio um blog secundário?

Frase dos últimos anos:

eu por todos, e ninguém por mim!

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Amor

Onde andas? Será que estás perto? Ou ainda demoras a chegar? Quanto tempo mais terei de esperar para ouvir um "amo-te" verdadeiro vindo do coração? Um daqueles que só os namorados dizem. Mas os verdadeiros! Não daqueles que agora se dizem só por dizer, dos que andam só por andar. 
Estou ansiosa pela tua chegada.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Conversas paralelas (3)

- Como vão as coisas com o Piri? Ainda andam certo?
- Sim, ainda andamos. Fogo, não me dês azar rapariga!
- Oh, achas? Fico super contente por vocês, a sério!
- Obrigada! Então e tu? Já arranjaste namorado?
- Ando cheia deles! (...) Achas? Claro que não!
- Não sei porquê! (...) A Patrícia ainda vai ficar com o Jorginho.
- Pois, é capaz, é capaz.
- Porque não? Ficavam tão queridos.
- Achas? O Jorginho merece melhor...
- Lá estás tu a desvalorizar-te! Raios partam a rapariga!
- Nem tudo mudou este Verão...

(a minha Joana adora ralhar comigo nos dias em que a minha auto-estima está na sola dos sapatos.)

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Jogos de carros e volantes a brincar

Definitivamente conduzir não é o meu forte. Não num carro a sério, apesar de já ter experimentado conduzir o carro da minha avó na rua da minha casa, onde nunca passam carros, e de facto até me ter safado bem, mesmo que das três primeiras vezes que tentei pôr o raio do carro a andar ele se foi abaixo, mas num carro de playstation com volante de brincar. Digo desde já que consegui capotar, e logo a seguir fiz com que um outro carro adversário também capotasse. Isto tudo para dizer que espero bem que carros a sério não capotem tão facilmente.

As cartas (2)

E assim termina o desafio das cartas. Como sabem, se leram o primeiro post sobre este desafio, só iria fazer sete cartas. Fiz as que senti que deveria fazer. Não as escrevi como um desafio mas por certas circunstâncias que têm vindo a acontecer recentemente, e os sentimentos que aumentam de dia para dia, tornando-me numa pessoa melhor e mais forte.
Talvez um dia escreva todas as outras cartas.

#30 LETTER TO YOUR REFLECTION IN THE MIRROR

Reflexo de mim no espelho, só tenho duas coisas para te dizer: és feio e não gosto de ti!

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Não quero voltar à rotina

Eu bem sei que isso tudo de voltar a ver todas aquelas pessoas de quem gostamos muito, de quem não nos afastamos um segundo assim que o ano escolar começa, é tudo muito bonito. Mas realmente é bom demais para ser verdade. Há sempre alguma coisa que estraga a festa. Há sempre aquela rotina chata que fazemos todos os dias, durante nove meses seguidos. Torna-se chato e irritante. Só de pensar nisso até já me enjoa!

#28 LETTER TO SOMEONE THAT CHANGED YOUR LIFE

Querido Michael, adoro quando cantas ao meu ouvido. És para sempre.

domingo, 5 de setembro de 2010

O livro das palavras

azul

Só para avisar

a partir de agora já não serei mais a "pah". assinarei todos os meus pensamentos como o nome "ana patrícia". eu nem sequer sou ana, mas este nome faz-me lembrar as brincadeiras constantes do dia-a-dia com o meu pai, que nunca me chama patrícia apenas. foi ele que escolheu o meu nome, por isso nem sei porque não pôs ana patrícia logo.

#15 LETTER TO THE PERSON YOU MISS THE MOST

Tenho saudades de passar os dias inteiros contigo. Se sou quem sou hoje, é por ti. Sinto a tua falta todos os dias.

sábado, 4 de setembro de 2010

Notebook

Hoje, finalmente, comprei um caderno para escrever os meus pensamentos. É azul. Um azul bonito, que inspira. Estou ansiosa por escrever as primeiras palavras.

Conversas paralelas (2)

- MICAELA!
- O que é?
- A mãe disse para comprares veneno para os ratos.
- Está bem. Vá, vai para casa!
- Sim, Imperatriz Micaela! (...) O DAVID LUIZ É GAY!
- ESTÚPIDO!

(e depois fomos comprar dois Calippos de limão.)
(porque não havia o gelado do Shrek.)

Tão longe, tão perto

Amanhã vou começar a escrever a carta que quero enviar para ti. Isto é tudo tão novo para ti. Um país, uma cidade, pessoas diferentes. É normal que te sintas insegura, mas quero mostrar que mesmo longe, mesmo que não estejamos juntas todos os dias, aquilo que significas para mim. Agora mais do que nunca precisas do suporte, do apoio de alguém que já esteja integrada neste 'mundo'. Digo-te que mesmo vivendo aqui desde o primeiro momento em que respirei pela primeira vez ainda é difícil para mim entender certas coisas. E acredita que ao princípio irá ser complicado, porque sei também que sentirás imenso a falta das pessoas que amas e que deixaste para trás. Mas também sei que és forte! E sei que muito cedo, com essa tua simpatia, essa tua beleza, interior e exterior, essa tua alegria de viver, própria do teu povo, conseguirás conquistar todos aqueles que cruzarem o teu caminho.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

#12 LETTER TO THE PERSON YOU HATE MOST

Nem me vou dar ao trabalho de escrever muito para ti. É só para dizer que mereces ser reduzido à tua insignificância.

Brincadeira

É sempre tudo uma brincadeira para ti. Tudo. Mas um dia vai ser a sério. E eu não estou para levar com esse dia.