Follow Us

top social

top navigation

Instagram

recent posts

Press

Flickr Images

Like us on Facebook

domingo, 22 de agosto de 2010

Liberdade

Talvez esteja na altura de me libertar. Fico aprisionada a algo que nem eu sei bem o que é. Eu juro que me quero divertir, que me quero sentir livre, e não precisar de sangria para me sentir assim. Quero sentir-me bêbeda todos os dias, bêbeda de liberdade. E apenas me sentir a flutuar. Aproveitar cada segundo, sendo eu mesma. O "eu" que existe lá bem no fundo e que tem medo ou talvez apenas vergonha de se mostrar. Não quero ser mais esta personagem. Melhor. Quero continuar a ser quem sou mas ainda mais feliz.

5 comentários:

"Nada me prende a nada.
Quero cinquenta coisas ao mesmo tempo."