Follow Us

top social

top navigation

Instagram

recent posts

Press

Flickr Images

Like us on Facebook

sábado, 4 de setembro de 2010

Tão longe, tão perto

Amanhã vou começar a escrever a carta que quero enviar para ti. Isto é tudo tão novo para ti. Um país, uma cidade, pessoas diferentes. É normal que te sintas insegura, mas quero mostrar que mesmo longe, mesmo que não estejamos juntas todos os dias, aquilo que significas para mim. Agora mais do que nunca precisas do suporte, do apoio de alguém que já esteja integrada neste 'mundo'. Digo-te que mesmo vivendo aqui desde o primeiro momento em que respirei pela primeira vez ainda é difícil para mim entender certas coisas. E acredita que ao princípio irá ser complicado, porque sei também que sentirás imenso a falta das pessoas que amas e que deixaste para trás. Mas também sei que és forte! E sei que muito cedo, com essa tua simpatia, essa tua beleza, interior e exterior, essa tua alegria de viver, própria do teu povo, conseguirás conquistar todos aqueles que cruzarem o teu caminho.

Sem comentários:

Enviar um comentário

"Nada me prende a nada.
Quero cinquenta coisas ao mesmo tempo."