Follow Us

top social

top navigation

Instagram

recent posts

Press

Flickr Images

Like us on Facebook

domingo, 19 de dezembro de 2010

notebook

Acho que este foi o momento ideal para nos afastarmos e percebermos realmente aquilo que queremos e precisamos. Já se estava a tornar tudo muito confuso. 
Por outro lado, faz-me falta a tua presença. Já nada é a mesma coisa. Acho que acusámos a falta um do outro antes de tempo, e a nossa reacção a esse facto foi afastarmo-nos ainda mais.
Não sei o que isto tudo quer dizer, nem o que significará daqui para a frente. Está tudo demasiado desfocado.

1 comentário:

"Nada me prende a nada.
Quero cinquenta coisas ao mesmo tempo."