Follow Us

top social

top navigation

Instagram

recent posts

Press

Flickr Images

Like us on Facebook

domingo, 9 de janeiro de 2011

Numa tentativa de lavagem cerebral, tentei mentalizar-me que "tu e eu" nunca tinha sido um "nós", atenuando assim o sentimento doloroso sempre que pensava em ti. Claro que em vão, excepto os primeiros milésimos de segundo em que acreditava mesmo naquilo em que não estava convicta. 
O meu grande problema é que de facto nós fomos mesmo um "nós", apesar de agora sermos um "tu" e um "eu". Custa. Custa acreditar que já não fazes parte da minha vida, mas ao mesmo tempo, saber que farás parte dela num sempre. 
Já passou algum tempo, mas o ar por aqui continua congelado. É inútil respirar.

4 comentários:

"Nada me prende a nada.
Quero cinquenta coisas ao mesmo tempo."