Follow Us

top social

top navigation

Instagram

recent posts

Press

Flickr Images

Like us on Facebook

sábado, 23 de abril de 2011

Deixámos que o tempo se arrastasse sem que fizéssemos nada por nós. Agora, sofro as consequências da culpa que carrego por não ter lutado por ti. Não é justo. Um passo em falso ou depois do tempo e nada, mesmo nada, voltará a ser como era. Não posso dizer que sinta falta de ti, porque sei que estás sempre lá quando precisar, mas sim do que fomos em tempos, juntos. Eu aqui, tu não sei bem onde. Eu a escrever para ti, tu a escrever sei eu bem para quem. Não consigo mais, não suporto esta dor. Saber que o meu lugar em ti foi ocupado por outra pessoa, apenas por uma estúpida discussão que mudou tudo, completamente tudo! Desculpa não ter lutado, mas naquela altura senti que tu também não o querias fazer por nós. E um só a lutar não faz sentido. Não para mim.

24 comentários:

  1. O texto está lindíssimo, sentimentalmente profundo!
    Permite-me que te diga algumas coisas: não te condenes por não ter lutado. E porque?! Primeiro, porque és humana e erras e como tal só te apercebes do que podias ter feito depois, todos somos assim. Segundo, porque se sentiste que não queria lutar e se agora até está com outra, então pondera bem porque não foi só por uma discussão e talvez saibas isso melhor que eu...
    Espero que me percebas, se precisares <3

    ResponderEliminar
  2. amo o teu blog, escreves mesmo muito bem o:

    ResponderEliminar
  3. Ainda bem minha querida, é tão bom isso! <3
    Força, toda a força do mundo!

    ResponderEliminar
  4. nada que já ninguém te tenha dito c:
    continua com o teu bom trabalho :'3

    ResponderEliminar
  5. Oh de nada!

    BTW, o teu blog é dos meus preferidos!

    ResponderEliminar
  6. de todos os blogues que estou a seguir, que ainda são bastantes, tu és a que se destaca mais o:

    ResponderEliminar
  7. Venho cá com regularidade, quase todos os dias, por vezes não comento porque não sei o que dizer, a não ser "gosto" e penso que se torna cansativo isso, é necessário ter algo mais para deixar comentário. Escreves de uma maneira que eu gosto, principalmente porque mesmo com posts grandes não me cansas e isso é algo que me é difícil.
    Não tens que agradecer <3

    ResponderEliminar
  8. Não que sejam enormes, que não são. Mas também não são pequenos. E claro que para quem escreve fica sempre por dizer, nem os maiores génios da literatura disseram tudo. Eu gosto de deixar um pouco de mim e uma palavra de apoio em cada comentário, de qualquer maneira expressarei mais o que acho se não é cansativo para ti.
    Obrigada pela permissão de expressão, nem todos estão dispostos a ouvir as diversas opiniões ;)

    ResponderEliminar
  9. que texto bonito, querida.
    estou a seguir-te aqui e no tumblr (:

    ResponderEliminar

"Nada me prende a nada.
Quero cinquenta coisas ao mesmo tempo."