Follow Us

top social

top navigation

Instagram

recent posts

Press

Flickr Images

Like us on Facebook

sábado, 9 de abril de 2011

A viagem começa agora, e não mais terminará. Percorrerás longos caminhos, ultrapassarás grandes obstáculos. Farás novas amizades, nunca esquecendo quem deixaste para trás quando partiste. Alimentarás o teu corpo e matarás a tua sede com recordações. Matarás a saudade com amor.
Irás olhar vezes sem conta para trás e perceberás que tudo o que já alcançaste foi por ti mesma. Outras tantas vezes, irás levantar a cabeça e olhar o horizonte. Porém, não o conseguirás ver em alguns momentos, por estar tudo demasiado desfocado à tua volta. Vais sentir-te perdida, mas continuarás o caminho.
Chegará o momento mais difícil, e terás de escalar a parede da sobrevivência. As rochas vão escapar-te da mão e deslizarás em direcção às profundezas. Porém, continuarás firme e as mãos já ensanguentadas conseguirão suportar o peso da alma. Recuperarás a distância perdida e chegarás ao topo.
A brisa suave irá atravessar os teus longos cabelos, e tornar-te-ás livre pois tocaste o horizonte. Depois, seguirás o teu destino.

5 comentários:

"Nada me prende a nada.
Quero cinquenta coisas ao mesmo tempo."