Follow Us

top social

top navigation

Instagram

recent posts

Press

Flickr Images

Like us on Facebook

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Tu és o Sol. Eu sou a Lua. Tu és a estrela e eu o buraco negro. És fogo e eu água. Somos os extremos que não se tocam. Sei bem que não iríamos sobreviver assim. Nenhum amor sobrevive. No entanto, és tudo e sem ti sou nada.

13 comentários:

  1. "Sei bem que não iríamos sobreviver assim." isto era o que eu precisava de ler. gosto muito ana

    ResponderEliminar
  2. ajudam sempre, nem que seja só um bocadinho pequenino, juro

    ResponderEliminar
  3. e às vezes até basta percebermos que estamos bem com a pessoa em que estão e ela está bem connosco, sem palavras.

    ResponderEliminar
  4. são coisas, de às vezes, só. às vezes, isto. às vezes, aquilo. são coisas. não te preocupes.

    ResponderEliminar
  5. "No entanto, és tudo e sem ti sou nada." lindo!
    **

    ResponderEliminar
  6. muito obrigada. desejo-te o mesmo, de verdade.

    ResponderEliminar
  7. acredita que é impossível mesmo +.+

    ResponderEliminar

"Nada me prende a nada.
Quero cinquenta coisas ao mesmo tempo."