Follow Us

top social

top navigation

Instagram

recent posts

Press

Flickr Images

Like us on Facebook

domingo, 21 de agosto de 2011

Nós mudámos. Desde aquela estúpida discussão que nos ia custando a amizade de anos, mudou praticamente tudo. Já não passávamos os dias juntas, já não partilhávamos segredos, não falávamos sequer uma com a outra. As melhores amigas de sempre já não o eram mais. Ou talvez no fundo sempre permanecemos nesse estatuto no coração uma da outra. Gosto de pensar que sim, que foi essa a força que nos permitiu deixar o orgulho de lado. Nesse ano, foi como se uma tempestade tivesse destruído tudo aquilo que construímos ao longo do tempo. As paredes da nossa amizade já não estavam mais de pé. Foi difícil, foi duro, foi muitas vezes insuportável a dor de estar prestes a ter a certeza de que aquelas paredes nunca mais se voltariam a erguer. Mas dizem que depois de uma maldita tempestade, um sol radioso sempre volta para iluminar os caminhos mais sombrios e guiou-nos de volta uma à outra. A nossa amizade está mais forte que nunca e começámos a pintar as paredes que reconstuímos. Seremos velhinhas e, sentadas no sofá da sala, iremos olhar à nossa volta e ter orgulho. Orgulho de tudo o que nos pertence dentro daquelas quatro paredes. Te amo hermana.

13 comentários:

  1. há sempre forma de voltar, quando o sentimento é puro. gostei muito (:

    ResponderEliminar
  2. ainda bem que estás bem com ela. a minha amizade com a minha suposta melhor amiga não conseguiu segurar as tais paredes. desejo-vos as maiores felicidades :)

    ResponderEliminar
  3. não precisas de agradecer e ainda bem que se reconciliaram, fortificando também a vossa amizade *

    ResponderEliminar
  4. oh, não vale mesmo a pena. o que nós tínhamos já morreu. continuamos a falar, e a sair juntas e tal, mas não é a mesma coisa, já não somos unidas nem nada do género. é uma pena, mas não há mesmo volta a dar.

    ResponderEliminar
  5. isso é horrível. nós falamos, claro, mas não é nada de especial, não comparado com a grande amizade que nós tivemos. fico contente por vocês as duas já estarem bem, mesmo a sério. precisamos sempre de alguém para nos amparar. :)

    ResponderEliminar
  6. E esqueci-me de dizer que a Sony é a marca que faz o "barulho" mais bonito quando estás a tirar fotografias, chega mesmo a ser viciante.

    ResponderEliminar
  7. Eu e a minha melhor amiga já passámos por tanto, ninguém imagina, mas sempre conseguimos reconstruir essas paredes que desabaram à nossa volta. É uma sensação tão boa, ver que conseguimos reescrever certas histórias com pessoas que nos conhecem melhor que ninguém, que talvez não saibam o bem que nos fazem.
    Enfim, gostei muito **

    ResponderEliminar
  8. a amizade quando é verdadeira volta sempre, e neste caso era mesmo. como diz o pedro granger, "a amizade é a melhor coisa do mundo" :)

    ResponderEliminar

"Nada me prende a nada.
Quero cinquenta coisas ao mesmo tempo."